domingo, 28 de setembro de 2014

Aqui de novo.

Azamigas tão me pedindo há algum tempo pra fazer um blog. Na verdade eu já tenho um que abandonei em 2012. Este aqui. Um pouco de tudo. Um pouco da minha sanidade, da minha loucura, espiritualidade, da minha vontade de viver, da minha vó tarde de sair correndo. Um pouco das várias Cricas que existem em mim. A diva, a louca, a mãe Jocasta, a mulher de Cazalberto. Enfim. Isso tudo em mim. Tão vendo que faço poema como lavo louça, ou seja: no máximo 3 vezes ao ano.
Mentira. Tenho zilhòes de coisas loucas e insanas escritas em cadernos e pretendo colocar algumas gotas da minha porção escritora aqui tb. Já tive filho e plantei mil árvores, só falta completar o livro. Que já está iniciado há uns dez anos.
É isso, gentem. Meu espaço no face ficará pra postagens curtas, vou migrar as insanidade maiores pra cá. Espero que vcs venham comigo. Se não vierem, problema de vcs. Perderão as pérolas da diva mor. Rs. Bora embarcar?




2 comentários:

Lúcia Soares disse...

Eu adorei!
Curtia demais esse blog, que conheci através da Mila, que conheci através da Lúcia Cintra, que conheci através da Beth Lilás. Muita gente boa na minha vida!
Vida longuíssima ao blog, Crica.
Beijo.

Roselia Bezerra disse...

Olá, querida Crica
Seja bem vinda!!!
Bjm florido e embarcando...