domingo, 31 de outubro de 2010

AGORA TEMOS UMA "PRESIDENTA"

Bom, gente. Eleição acabou, coisa já do passado recente, e ganhamos "uma presidenta" de presente. Pode ser presente de grego. Ou não. Sei lá.

O fato é que esse ano com "nunca antes na história desse país" eu não votei. Em ninguém. Não senti vontade, não senti prazer e muito menos obrigação só pra não deixar a oposição ou quem quer que seja ganhar o pleito. Como cidadã me achei no direito de não votar em quem não sinto confiança. Pra mim essa coisa de que tem que votar é furada. Voto se quiser. E eu não quis.

Agora temos uma mulher no poder máximo do executivo brasileiro. Gostando dela ou não, em termos sócio-histórico-políticos isso é um avanço na jovem democracia brasileira. Mas vamos ver no que vai dar.

Sei que muita gente acha a "nossa mais nova aquisição política" sem sal nem açúcar, ou autoritária, ou sei lá o quê. Eu nem sei o que acho. Simplesmente pela primeira vez não achei que valesse meu voto na briga democrática. Pode ter sido a doença, a depressão, a falta de vontade de tudo aqui dentro de mim, mas o que mais me deixou com a consciência política tranquila esse ano foi me abster, coisa que não é nem delonge a minha prática. Me surpreendi com minha atitude. Quem sabe tenha sido melhor assim.

Só que, apesar de discordar, não quero iniciar o novo ano eleitoral maldizendo, praguejando, esbravejando. Tô tentando ser light numa selva que só ganha quem tem cacife, e o meu não é dos maiores, digamos assim.

Bom, é isso. Acho que consegui expressar minha opinião sem ferir ninguém aqui na blogosfera. Por isso não postei nada durante o processo, não queria ser mal interpretada e ferir meus queridos e queridas de alguma forma. Pode parecer "em cima do muro"? Que seja, esse aqui é o meu espaço e acho que poso falar com toda a educação que mommy me ensinou o que penso a respeito da vida.

Parabéns pra quem abraçou o projeto que ganhou e quem não abraçou, vamos ver como é que fica.

Fui!!!!!

domingo, 17 de outubro de 2010

ELEIÇÃO 2010: O QUE VOCÊ ACHA DISSO?


Marina Silva e PV anunciam posição de 'independência' no segundo turno

De 80 votantes, 76 optaram por 'independência', informou partido.Em discurso, senadora criticou 'dualidade destrutiva' entre PT e PSDB.

A senadora Marina Silva e Partido Verde anunciaram neste domingo posição de "independência" em relação à disputa do segundo turno da eleição presidencial entre Dilma Rousseff (PT) e José Serra (PSDB).

No primeiro turno, Marina, candidata a presidente pelo PV, obteve 19,6 milhões de votos, quase 20% dos votos válidos. O apoio dela e do PV era cobiçado por
Dilma e por Serra, que enviaram cartas à senadora destacando afinidades entre pontos dos planos de governo.

Durante a reunião plenária do PV neste domingo em São Paulo que decidiu pela 'independência', Marina leu uma carta aberta a Dilma e Serra, em que afirma que essa é posição que melhor pode contribuir para o processo eleitoral.

Em discurso, a ex-presidenciável fez críticas ao que chamou de uma "dualidade destrutiva" entre PT e PSDB, comparada por ela às oposições entre MDB e Arena no regime militar e a republicanos e monarquistas no período imperial.

A posição defendida por Marina Silva foi semelhante à de varias lideranças do PV que discursaram antes dela na reunião plenária. De acordo com o presidente nacional do PV, José Luiz Penna, dos 80 votantes na plenária, 65 eram delegados do partido e 15, representantes da sociedade. Segundo Penna, dos 80, quatro não votaram pela posição de "independência".

Durante entrevista coletiva após a reunião, Marina Silva afirmou que a "independência" aprovada pela plenária não é neutralidade e que, "como cidadão", o militante do partido poderá manifestar no segundo turno a posição pessoal em favor de um ou de outro candidato, desde que não utilize símbolos do partido.

O vice-presidente do PV, deputado federal eleito Alfredo Sirkis, disse que o militante terá "toda a liberdade" de aparecer em programas de TV, subir em palanques e fazer declaração de voto, mas sem atribuir a si mesmo a qualificação partidária de integrante do PV. "É uma posição de cidadão, enquanto eleitor", afirmou.

Indagada em quem votará no segundo turno, Marina Silva preferiu não revelar. "O voto é secreto e eu vou reservar esse direito de eleitora que eu tenho", declarou.

E agora. Brasil???
Pelo menos eu, Crica Viegas, acho que foi a coisa mais ética que eles poderiam ter feito.
E você, o que acha disso?

quarta-feira, 6 de outubro de 2010

UMA FOLGUINHA PRA IR AO SALÃO

Pois é...

Tô mega enrolada, mega atarefada, mas minhas pobres e quebradiças unhas semi-roídas (deixei pra manicure um pouquinho de alegria) não tem culpa.

Deixei um pouco os textos e a casa de lado e vou ali fazer minhas unhas: pé e mão já!

O pés no inverno ficam igual a dois cascos, porque a gente só anda de sapato fechado e vai deixando a coisa tomar proporções que nem sei... é capaz de um dia o marido virar na cama e achar que tá dormindo com o abominável homem das neves!!! Ai, que nojaaaaaaaaaaaaaaa!!!!

Mas agora, primavera chegou, esse odioso horário de verão que vem aí - foi um ser malévolo quem criou isso - e aí, gentem: pés à mostra..tem que fazer o pé, não sobra outra alternativa.

Feriadão chegando e a melhor notícia: minha mãe vai viajar!!!!!!

Ebaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

Sem mãe no quarto ao lado teremos noites selvagens aqui !

Hhahahaahahahaahahahahaah

Té mais!

Fui!!!!

domingo, 3 de outubro de 2010

"ELEISSÃO"

Essa é a eleição de gente mais despreparada que já vivi desde minha remota juventude...

Você já votou hj?

Vai votar?

Pois eu não.

Estou em município diferente de meu domicílio burro-eleitoral, e vou justificar.

Mas eu pergunto: Justificar ou quê? Pra quem?

Eu é que preciso me justificar de alguma coisa? Numa "eleissão" analfabeta onde a gente ou escolhe o palhaço ou escolhe o ladrão...ou ainda, pode escolher o idiota...fica a nosso critério

Como não tô a fim messsss de deixar minha digital política-analfabeta em qq urna dos quintos infernais, mirrecuzo a participar. Mas isso é pessoal, ok???

Nada de campamha. Cada um tem o seu direito. E ponto. O meu é não. E ponto.

Fui!!!!

P.S.: Meio que sumi pois tô enroladésima com pós-graduação, póa-marido, pós-prole e pós-compactos-bege-pra-pele...rsrs