sexta-feira, 20 de agosto de 2010

MINHA AUTOESTIMA NÃO TÁ NA SUA ESTANTE

"Te vejo errando e isso não é pecado,
Exceto quando faz outra pessoa sangrar
Te vejo sonhando e isso dá medo
Perdido num mundo que não dá pra entrar
Você está saindo da minha vida
E parece que vai demorar
Se não souber voltar ao menos mande notícias
Cê acha que eu sou louca
Mas tudo vai se encaixar

Tô aproveitando cada segundo
Antes que isso aqui vire uma tragédia

E não adianta nem me procurar
Em outros timbres, outros risos
Eu estava aqui o tempo todo
Só você não viu

E não adianta nem me procurar
Em outros timbres, outros risos
Eu estava aqui o tempo todo
Só você não viu

Você tá sempre indo e vindo, tudo bem
Dessa vez eu já vesti minha armadura
E mesmo que nada funcione
Eu estarei de pé, de queixo erguido
Depois você me vê vermelha e acha graça
Mas eu não ficaria bem na sua estante

Tô aproveitando cada segundo
Antes que isso aqui vire uma tragédia

E não adianta nem me procurar
Em outros timbres e outros risos
Eu estava aqui o tempo todo
Só você não viu

E não adianta nem me procurar
Em outros timbres, outros risos
Eu estava aqui o tempo todo
Só você não viu

Só por hoje não quero mais te ver
Só por hoje não vou tomar minha dose de você
Cansei de chorar feridas que não se fecham, não se
curam
E essa abstinência uma hora vai passar..."


Essa música da Pitty reflete bem o que tô sentindo

Não tem hora que parece que vc sabe que a pessoa vai te perder mas que nada pode ser feito?

Na verdade, a perda é dupla, ou mútua: as duas pessoas se perdem uma da outra, e isso realmente acontece na vida real.

Nos perdemos de várias pessoas, mas tem umas que nos expulsam de suas vidas, outras a gente que manda sair...

Essa pessoa em especial já tá me perdendo...daqui a pouco não vou me sentir nem mais na obrigação de trocar uma única palavra.

É triste isso.

Mas eu tenho autoestima. E tem uma hora que digo "chega".


P.S. : Essa é a minha "tosca" participação na Blogagem Coletiva Sentimentos promovida pela Glorinha do Café com Bolo. Poderia ter sido melhor, mas não foi desta vez. Na próxima eu venho com um texto mais leve. Porque hoje tô com 100 Kg de aporrinhação.

12 comentários:

Mila Viegas disse...

Ih Alice... fiquei preocupada com "tu", mas entendo o que está sentindo. Às vezes, também me sinto assim e essa música realmente caiu como uma luva.
Sua participação não foi tosca, foi especial porque você falou de sentimentos e é essa a proposta da blogagem. Não poderia ter sido melhor.
Te amo!!!

"Coelho Branco"... rs

Beth/Lilás disse...

Crica,
Espero que as coisas se resolvam para melhor pro teu lado. Força!
E valeu a música, não conhecia e achei legal.
bjs cariocas

Isadora disse...

Crica, gosto da música! E também não achei nada tosco. A música reflete o que você está sentindo e muitas vezes é exatamente assim, a pessoa sabe que está te perdendo e não faz absolutamente nada, talvez porque nem tenha o que ser feito mesmo.
um beijinho e fique bem

Lucia Cintra disse...

Cris, ja tentou conversar com a pessoa? Realmente se ela eh mt querida por voce, isso doi muito. Espero que as coisas melhorem de alguma maneira. bjos

Nilce disse...

Oi, Crica

Achei a participação linda, mas fiquei preocupada também.
Espero que tudo se resolva da melhor maneira possível.

Bjs no coração!

Nilce

Tati Vice disse...

Ih menina, como dizem por ai, deixe nas maos do universo :)

Glorinha L de Lion disse...

Concordo com a miguxa, não foi tosca não, foi sincera, foi real e verdadeira. Isso é o que importa. Infelizmente tem gente que não enxerga e quando viu, perdeu...tb ando sentindo isso com relação a alguns...mas fazer o que né? Quem perdem são elas...beijos, bom desabafo, gostei!

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

Nossa... vou brigar com vc, porque não há nada de tosco nessa participação. ao contrário, é muito boa.

Triste quendo não nos dão o valor merecido. E triste qdo cedemos em nome de manter um status (amor, afetivo) nos anulando e jogando fora nossa auto-estima.

O basta sempre é preciso. Precisamos respeitar, claro. Mas sempre precisamos é sermos respeitados também.

Muito bom o post! gostei
bom fim de semana

Lúcia Soares disse...

Crica, também achei ótima sua participação. Se a pessoa em questão está lhe deixando pra baixo, mexendo na sua autoestima, ferindo seu ammor próprio, menosprezando-a, não há porque continuar.
Linda a letra, não conhecia.
Beijo!

pensandoemfamilia disse...

Oi Crica

Não desmereça sua participação, fez a entrega de sua alma, contou-nos um pouco do seu ser no hoje.
Parabéns pela espontaneidade.
bjs

Yoyo Pizy disse...

Crica querida
Sua blogagem não foi nem um pouco tosca, viu!
A vida nos reserva momento quen nem sempre são aqueles que desejamos, aqueles com os quais sonhamos...Só espero que as coisas se resolvam, da melhor maneira possível.
Bjo

Socorro Melo disse...

Olá, Crica!

Eu adorei o seu post, e confesso que em um momento da minha vida ele se encaixou perfeitamente.

Beijos
Socorro Melo