segunda-feira, 16 de outubro de 2006



Ontem eu tava vendo um documentário no VH1 com Gustavo sobre o Guns, uma banda que embalou muitos momentos do nosso namoro, pois o estouro de músicas como Sweet Child o'mine coincidiu com o começo da nossa história juntos...

Eu nem conhecia bandas de rock com muita profundidade, gostava mais de MPB, Clube da Esquina, essas coisas.

Mas fui apresentada aos Guns, ao U2, The Cult, e nunca mais fui a mesma, tomei gosto pelo rock and roll..rsrs

Mas como eu ia dizendo,no documentário pude ver como as drogas e uma vida compeltamente desregrada nesse sentido pode acabar com qq sonho, mesmo quese tenha dinheiro suficiente pra realizá-lo. A gente vê tanta banda excelente, tanta gente de talento, comoa própria Whitney , uma das mais belas vozes do nosso tempo, se deteriorarem completamente por causa de um vício maldito e fora de controle...

À medida que iam tocando as músicas e o documentário ia passando,a gente is ficando meio perplexo com coisas que agente nem deva muita atenção, pois tudo acaba se tornando tão banal às vezes...sei lá...

Fomos relembrando lindas canções, como Don't you cry (que amoooooooooo) e November Rain...ai ai...deu até um nó...

Por fim, o Guns acabou durando só meros 6 anos, nem havia me dado conta de que aquele estrondo durara tão pouco...

2 comentários:

Mila Viegas disse...

Em meio a tantas coisas até que durou muito. Eu era fã incondicional dos longos cabelos loiros do Axl... e November Rain é minha preferida... o clipe então é maravilhoso! Mas, tempos passados.. Ainda ouço Guns quando tenho oportunidade. Me faz relembrar bons momentos.

Lucia Stevenson disse...

GNR tb me lembra mt minha epoca de adolescencia no Sale, principalmente o album "Appetite for destruction". Gosto mt das musicas desse album, o resto sao OK.

Mas e' verdade o que disse Cris...todo esse sucesso e eles mesmos sao responsaveis por estragar tudo. Parece que e' mais culpa do Axl por ter um temperamento ridiculamente dificil e ate os outros parceiros da banda nao quererem ter mais nada com ele. Tai um otimo exemplo de que certas coisas acontecem por causa das nossas atitudes e fazeres.