sexta-feira, 24 de março de 2006

As Três Marias...rs

Estava eu hj na volta de meu curso dentro do ônibus apreciando a paisagem da praia de Icaraí, apesar do calor infernal que tem feito por aqui...(Lu, me leva pra Pensilvâniaaaa...rs)...mas enfim..eu tava lá pensando como a vida se encarrega de fazer o que tem que ser feito, e como a gente precisa ser firme no que a gente é pra não se deixar sucumbir por fofocas , convivências temporárias com pessoas de péssima energia e intrigas , muitas vezes...

Tô falando isso porque hj tenho duas pessoas que amo na minha vida que poderiam ter sido inimigas se eu e elas (claro) fôssemos dar ouvidos às más línguas e às más pessoas.Que essas más influências fiquem bem distante de nós, porque nada, nadinha impediu de nos tornarmos grnades amigas e irmãs:eu Lu e Mila!

Adoro vc, viram , meninas?

De verdade.

Sempre.


2 comentários:

Mila Viegas disse...

Meu nome não tem MARIAAAAAAAAAAAA!!! Maria são vocês... kkkkkkkkkk...
Mas falando sério! Não dá para separar o que Deus uniu. Portanto, não adiantam intrigas, falatórios, disse-me-disse, fofocas e todas essas coisas negativas, se existe um propósito, uma afinidade entre as almas, uma amizade inabalável. Isso é fato imutável! Goste quem gostar... pronto... falei!

Lucia Stevenson disse...

Ha, ha, o meu nome tem Maria sim… ;)

Infelizmente sempre vao existir pessoas fofoqueiras e criadoras de discordia… Quando penso bem a respeito, nao da pra entender a satisfacao que isso traz a alguem. Em certas ocasioes precisamos ser fortes pra ir atras da verdade, verificar os fatos e nao so acreditar no que se e’ dito. Muitas vezes o instinto fala alto e a gente tem que agir de acordo. Voces duas sabem muito bem do que estou falando, pois durante anos nao tinha a minima ideia que meu nome ainda era mencionado. Mas a verdade SEMPRE aparece! Tente o maximo possivel nao ter essa energia negativa ao seu redor. Ninguem precisa disso.

Nao e’ coincidencia que Deus nos colocou uma na vida da outra, somos mulheres muito fortes e sabemos o que queremos. Acredito que tudo acontece por uma razao e talvez tivemos que passar por isso (voces mais do que eu) pra hoje sermos amigas inseparaveis. Apesar da distancia, estou e estarei aqui pra sempre que precisarem! Amo voces!

PS: Cris, prefiro torrar nesse calor dai do que aturar esse frio de freezer aqui. Ontem fui dar uma andada com Al de noite e sem brincadeira, nao estava sentindo meus dedos do pe e da mao de tanto frio (e olha que estava com meia grossa, bota, luvas e tudo). Parecia que estavamos andando dentro de um congelador... Horrivel!